Rabu, 05 November 2008

Aprenda a pintar um quadro de rosas em 17 passos

Que tal aventurar-se no mundo das pinturas? Muitos tatuadores além de desenharem, também trabalham profissionalmente ou aventuram-se como pintores, aumentando assim seu leque de atividades e aprimorando suas artes. A tatuadora Cris Tattoo que também é pintora, desenvolveu um ótimo passo-a-passo em 17 etapas, com explicações para criação de uma pintura de rosas em um quadro, desde sua marcação à aplicação da moldura. Agradecemos a tatuadora pela iniciativa e permissão para publicação de sua obra e explicações aqui no A Tattoo.

Material:

- 1 tela no tamanho que você tiver disponível. Neste caso, foi utilizada 40 x 50. Outro bom tamanho é 30 x 40.
- Secante de cobalto.
- Aguarrás, para limpeza do pincel.
- 1 pano de malha para limpeza do pincel.
- 1 godê, xicara pequena ou mesmo uma tampinha de Skol Beats, para colocar o secante de cobalto misturado com gotas de óleo de linhaça (isso se chama médium).
- Óleo de linhaça, para a mistura do médium.
- 1 paleta grande ou azulejo grande.
- 1 vidro para colocar a aguarrás.
- 1 vidro para colocar os pincéis disponíveis para uso.
- Tintas nas cores: amarelo nápoles rosado ou cor de carne (são praticamente iguais), branco de titânio (é o branco com maior poder de cobertura), vermelho chinês, verde vessie, verde inglês claro, azul cobalto escuro, sépia, alizarim crimsom, terra de siena natural, amarelo indiano, azul hortência.
- 1 pincel condor ref. 441, número 14 (marta).
- 1 pincel tigre ref. 815, número 18 ou 22.
- 1 pincel condor ref. 402, numero 00 (marta), para a assinatura.
- Vaselina.

1° Passo

Faça um traço a mais ou menos a um terço da tela, isso definirá a parte de trás da mesa. Na alatura da metade deste espaço que se formou abaixo, trace mais uma linha que será a parte da frente da mesa, e a uns 2 cm abaixo, trace outra linha que será a frente da mesa. Desenhe o vaso colocando sua base na metade do espaço entre as duas linhas que formam a mesa, desenhe as flores e folhas. Para esse traçado use uma tinta super diluida, bem aguada.

2° Passo

Cubra as rosas com vermelho chinês. Nesta fase de cobertura use o pincel de cabo amarelo número 22.

3° Passo


Preencha as folhas com verde vessie e verde inglês claro.

4° Passo


Preencha o espaço entre as flores e folhas com uma mistura de alizarim crimson e verde vessie e esfume os contornos com movimentos em X.

5° Passo

Aplicação de sombra no vaso: Aplique um cinza obtido da mistura de verde vessie, branco de titânio, sépia e azul cobalto escuro, nas partes do vaso onde houver sombra. Em seguida venha pincelando branco de titânio puro (o meio fica bem branquinho). Esfume o cinza da sombra com o branco, formando um vaso bem arredondado. Esfume o contorno das folhas e das rosas com a tinta aplicada no vaso em movimentos de X.

6° Passo

Aplicação da sombra no vaso.

7° Passo

Aplicação da sombra no vaso, contornos das rosas e folhas esfumadas.

8° Passo

Pinte a mesa e esfume todos os contornos entre as flores e folhas. Não se atenha a detalhes, pois o que definirá as rosas e as folhas são os recortes que faremos depois.

9° Passo

Pinte o fundo e esfume com o contorno da flores e folhas. Comece pelo lado direito na parte de baixo com a mistura feita para entremear as rosas (alizarim crimsom + verde vessie). Vá subindo e adicionando cores diferentes aleatoriamente: verde inglês claro, amarelo nápoles rosado, azul hortência, mais da mistura escura, etc. Pincele sem "alisar" muito de forma que este fundo se funda harmoniosamente com o fundo anteriormente feito entre as rosas.

10° Passo

Nesta altura do trabalho, todas as áreas já estão preenchidas e os contornos esfumados.

11° Passo

Clareando sua rosa com branco. Forme o centro da rosa e clareie as beiradas. Esse passo pode ser feito logo após a cobertura das rosas com o vermelho chinês, bem no início de sua pintura.

12° Passo

Rosas clareadas. Preparadas para receber os recortes. Faça os recortes das folhas com branco ou verde inglês claro ou azul hortência, use estas cores para clarear cada folha. Coloque o pincel no centro da folha e puxe uma pincelada em forma de onda, vá fazendo uma após a outra até fechar na ponta.

13° Passo

Para os recortes, utilize o pincel macio número 14. Com a tinta branca somente no cantinho externo do pincel faça as pinceladas na parte da frente do "copinho" da rosa, a parte de trás define as pétalas fechadas; faça várias pinceladas em forma de virgula e cuidado para não fazê-las paralelas.

14° Passo

A primeira pétala no alto: pegue a tinta no cantinho do pincel suba uma vírgula e desça. As demais pétalas: saia com uma pincelada reta e curta na altura da metade da pétala anterior, faça outra pincelada reta e curta em direção ao centro e mais uma pincelada em forma de onda pra fechar. Evite retoques.

15° Passo

Estes são os recortes básicos das rosas. A tinta vai se misturar com as cores aplicadas anteriormente, mas não se preocupe, isso é que dá leveza e transparência ao trabalho.

16° Passo

Faça o restante dos recortes das rosas conforme sua vontade. Para que fiquem mais harmoniosas, faça a gota d'agua: com o cinza faça uma meia lua na parte de baixo da gota e esfume para fora, faça uma meia lua na parte de cima da gota e esfume para dentro. Faça um pequeno contorno de branco ao redor da meia lua de baixo acima da sombra feita com o cinza. Na parte de cima da gota ponha uma pinta de branco sobre a sombra feita anteriormente.

17° Passo

Faça o miolinho da rosa com alizarim e amarelo ocre, coloque raminhos, pistilos, botões, etc para enfeitar seu trabalho. Assine com o pincel zero e tinta bem diluida. Coloque a moldura. Parabéns!!! Está pronto.

Ao terminar o trabalho, limpe bem os pincéis com aguarrás e lave com bastante água e sabão até que não saia mais espuma colorida. Deixe secar. Passe o pincel na vaselina sólida, alinhe bem os pelinhos com seus dedos e coloque em vidro com os pêlos para cima. Assim, pincéis ficarão sempre novinhos, não entortarão nem se espalharão. Para usar de novamente, basta mergulhar na aguarrás e limpar com um pano seco. Passe o desenho para a tela, de preferência à mão livre com carvão bem fraquinho, espane e passe uma aguada de muito secante de cobalto e um pinguinho de tinta cor de carne. Prepare no godê uma mistura de secante de cobalto e um pouquinho (algumas gotas de óleo de linhaça, toda vez que for pegar a tinta, molhe o pincel nesta mistura, mas antes descarregue um pouco do líquido no pano ou na própria paleta ao lado da tinta, para que a tinta não fique muito diluida. Isso apressa a secagem da tela. Sem o secante, sua tela poderá levar meses para secar totalmente.

Tidak ada komentar:

Poskan Komentar