Jumat, 14 Desember 2007

Piercing provoca aumento de infecções



Hospital informa que 80% dos casos atendidos resultaram em cirurgias reparadoras.Médico diz que a cicatrização anômala pode atingir volumes de até meio quilo na orelha.

O Hospital das Clínicas de São Paulo (HC-SP) registrou aumento na incidência de infecções em jovens, provocadas pelo uso de piercing no nariz, orelha e língua. De acordo com informações divulgadas nesta quarta-feira (5) pelo HC, de 40 casos atendidos pelo hospital, 80% resultaram em cirurgias reparadoras para a reconstituição da orelha e do nariz, a maioria em adolescentes.

Por causa desse quadro, o otorrinolaringologista Perboyre Lacerda Sampaio alerta para os riscos na colocação do piercing, citando como exemplo a cicatrização anômala que cresce de forma descontrolada no lóbulo da orelha, que em alguns casos pode atingir volumes de até meio quilo. O médico informa que, dependendo do caso, o paciente pode ser submetido a várias cirurgias e a tratamento com corticóide e radioterapia.

Lacerda Sampaio destaca também que os problemas mais graves são decorrentes da colocação do piercing na parede lateral do nariz ou na parte superior da orelha, locais onde existe cartilagem, e na língua, onde há o risco de formação de abscessos, edemas e, nos casos mais graves, obstrução da respiração e morte por asfixia.

De acordo com o médico, mesmo com todos os cuidados de higiene e assepsia, a ocorrência de um trauma no nariz, na língua ou na orelha é o suficiente para iniciar um processo infeccioso. O Hospital das Clínicas alerta, ainda, para as más condições de higiene de muitos estabelecimentos que oferecem o serviço e para a falta de formação adequada de alguns profissionais que atuam neste segmento.

Tidak ada komentar:

Poskan Komentar